- Opinião

Bola rolando

Salve amigo do Conexão GreNal, Diego Carvalho entrando na área, se derrubar nem sempre é pênalti porque depende da interpretação da arbitragem. Agora vai! Que satisfação ter este espaço para dividir contigo que acompanha Grêmio e Internacional. Para quem não me conhece, sou um Guerreiro por natureza, jornalista com afinco e amante do mar. Também um tanto quanto polêmico, mas sem perder o discernimento que me foi ensinado de berço, muito menos praticar o que hoje em dia é tão comum na área: o mau-caratismo. Dito isto, desde já te convido para compartilhar, divergir, comentar, expor aqui a tua opinião. Contudo, deixo claro não serão toleradas expressões de baixo nível, nem que ofendam ao adversário.  Outrossim, esta coluna irá além do futebol. Todo assunto que por mim for avaliado como interessante para trazer à baila, merecerá linhas tortas dia após dia. Vamos aos fatos? Obrigado desde já pela audiência…

Caso Kléber

A contratação mais valorizada para a temporada 2012 do Grêmio não poderá agraciar o torcedor por longos quatro meses, ao menos. Com uma fratura na fíbula distal (articulação do tornozelo) sofrida diante do Cruzeiro, no dia 25 de março, o Gladiador precisou passar por uma cirurgia para reconstrução do local um dia após o fato. Foi colocada uma placa com seis parafusos e o tornozelo imobilizado. Li muitas opiniões em relação ao lance. Penso que o zagueiro Léo Carioca poderia ter chegado com menos intensidade no atacante gremista, porém, não houve maldade do atleta estrelado. Aliás, infelizmente temos ainda pessoas que vibram com o sofrimento alheio. Vi gente afirmar que o camisa 30 tricolor mereceu pelo seu passado. Pergunto: estes não acreditam em remissão para nada? Desafio o leitor a mostrar um lance violento de Kléber ao menos desde que este iniciou sua trajetória no Grêmio. Duvido que encontrem. Dou a mão à palmatória se me enviarem. De acordo com levantamento da diretoria do clube, ao longo do Campeonato Gaúcho, o jogador sofreu 86 faltas e para muitos a surpresa é justamente ele não ter revidado. Ou seja…

Campeonato Gaúcho

Quem me conhece sabe: defendo o Regional sempre. Todavia para os clubes do interior, respeitando que Grêmio e Internacional sejam instituições acima das outras. Mesmo que em distintos anos o Juventude, o Caxias e lá num longínquo passado o Guarany, Brasil e Renner tenham vencido tal competição, não dá para aceitar que prejuízos ocorram para os dois maiores clubes do Estado. Deveria ter uma fórmula para que estes entrassem nas fases finais, ou ainda, disputassem com times de categorias inferiores, visto que uma Copa do Brasil e uma Libertadores da América não podem ter suas atenções divididas com tal torneio. Entendo que seria necessário valorizar mais um Lajeadense que faz excelente trabalho e profissionalizou todo seu clube, possui um belo estádio e tem estrutura melhor que muitos outros times de estados maiores. Poderiam olhar para o Pelotas e entender que lá a torcida apoia incondicionalmente a equipe. Quem sabe uma fórmula que extinguisse a deficitária Copinha do segundo semestre e permitisse que o Brasil de Pelotas, Glória, Santo Ângelo e outros que disputam a Segundona fossem alçados de volta ao convívio dos grandes do Rio Grande do Sul, pois são tradicionais. Vagas às Séries C e D atrairiam tais entidades, uma vez que contariam com incentivo da Federação Gaúcha de Futebol que auxiliaria seus filiados no Nacional. Repito: sou a favor do Gauchão, mas não desse jeito que prejudica a dupla GreNal em competições maiores. Sou utópico?

Roda de Chimarrão

Como bom gaúcho, independente do pago que eu esteja carrego comigo meus apetrechos para cevar o mate e sorver o amargo, seja na solidão da noite ou na alvorada que me desperta. Com muito prazer me somo ao grandioso time do Conexão GreNal. Te espero, índio velho, a qualquer momento, para um dedo de prosa neste veículo. Vamos que vamos que o show não pode parar. Me siga no www.twitter.com/1diegocarvalho!

Escrito por Diego Carvalho

Leia outras publicações de Diego Carvalho

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.