- Opinião

O aniversariante

Salve amigo do Conexão GreNal, Diego Carvalho entrando na área, se derrubar nem sempre é pênalti porque depende da interpretação da arbitragem. Vamos que vamos que vamos que vamos que vamos… semana de aniversário do Sport Club Internacional e justamente na data em que o Clube do Povo comemora 103 anos de fundação, a partida mais importante até agora neste 2012, será realizada dentro de casa. O Caldeirão vermelho certamente estará fervendo. Desde já digo, que não tenho dúvidas de que, durante os 105 minutos do confronto, o canto uníssono do torcedor alvirrubro incentivará os jogadores de Dorival Jr. Alguém já se deu conta que os três maiores jogadores surgidos nos últimos três anos no futebol brasileiro estarão em campo? Senão vejamos: um meia cerebral, com toques de classe, surgido no norte do país e contratado ainda garoto pelo Santos. Seu nome? Paulo Henrique Ganso. Um centroavante desengonçado, que marcava seus gols até pouco tempo atrás na várzea, encantou olheiros em Ibirama, interior catarinense, nascido em Jardim Alegre, Paraná, aprendeu a finalizar e chutar tanto de direita, como de esquerda com o craque do futsal Ortiz. Seu nome? Leandro Damião. Cabelo esquisito, jeito moleque, marrento, mas com hombridade, afinal soube reconhecer seus erros, nas quatro linhas dispensa comentários, com renda mensal de três milhões de reais. Seu nome? Neymar. Portanto colorado, se o ingresso foi garantido, pois és um sócio, aproveite para assistir um duelo digno de final. Um tricampeão da América diante de um bicampeão. Feliz aniversário!!

Por que acreditar?

Ainda sobre o encontro da próxima quarta-feira, 22h, no Estádio Beira-Rio. D’Alessandro, Oscar, Guiñazú estão fora. O Santos está completo. Temer? Jamais. Permita-me contar uma pequena história. No ano de 2007, um pseudo-comunicador santista, chamado Jonas Greb, comprou briga com os gaúchos. Talvez muitos não recordem, mas na ocasião, o Grêmio disputava a semifinal diante do time de Pelé. Garantiu a classificação e também levou um chocolate na Vila Belmiro: 3×1. Em Porto Alegre, desfalcado, venceu por 2×0. Todavia, retornando ao citado acima. Este xenófobo só faltou chamar a tua mãe, colorado, de ‘santa’. O resto ele falou. Sim, pois ele não ofendeu apenas aos gremistas. Afirmou que nós descendentes de Bento Gonçalves, somos um povo recalcado, sem educação e com uma cultura ultrapassada. Esbravejou no microfone da emissora que trabalhava na Baixada Santista, que os nascidos no Rio Grande do Sul não têm time grande para torcer. Salientou que o Brasil não precisa do Estado que tem o maior número de presidentes da República. Por tudo isto eu acredito na vitória do Inter. Querem mais? Um trecho do que disse o tal advogado (eis a formação dele):

“Eles (gaúchos) dizem que querem se separar do Brasil. Que separem. Não precisamos do Rio Grande do Sul na Bandeira do Brasil. Ah, o Sul é meu país! Que seja outro país, o país das bichonas. Vão pro inferno todos os gaúchos. Não servem para ser brasileiros. Não é gente, é bandido. Gaúcho é lixo pra mim…”

Peleia é dentro de campo

Quero deixar claro que sou totalmente contra a violência das torcidas. Penso que nem precisaria falar, entretanto, com o tópico anterior, receio que possa ser mal interpretado. O que não admito é preconceito besta, xenofobia que já matou milhares no mundo desde os primórdios e palavras vis. Somos todos um. Contudo, a melhor resposta novamente para estes que apontam os gaúchos com adjetivos torpes virá de você flamante aficionado. A educação é o tapa de luva de pelica que merecem os que nos julgam de forma errada. Torcer, incentivar, gritar, apoiar, jogar junto e apenas isto. Até porque tenho certeza que você, ou seu pai, ainda seu avô assistiram ao Santos da década de 60 e o admiraram. Ou seja, fora das quatro linhas, repito, somos todos um. Aliás, pego este gancho para lamentar as cenas vistas no final da partida no estádio Boca do Lobo, entre Pelotas e Grêmio. Não me interessa quem começou a provocar quem. Houve revide e a Brigada Militar agiu de forma contundente para evitar uma tragédia no local. Espero que haja uma punição severa para quem promoveu tal balbúrdia. Por favor, peleia é dentro de campo.

Grêmio

O adversário está na segunda divisão do campeonato mineiro. A Copa do Brasil é a cara do Tricolor, que lidera o ranking desta competição com sete finais e quatro títulos. A obrigação é voltar classificado de Ipatinga, afinal, nesta fase ainda é possível vencer por dois gols de diferença nos domínios adversários. Nada disso. A equipe de Vanderlei Luxemburgo ainda não apresenta seu melhor futebol. Alternando altos e baixos, estava invicta até o último domingo, porém, passando por dificuldades em partidas que, na teoria, seriam fáceis. Portanto, paciência! Eis o termo a ser usado. Ainda falta um armador de qualidade para ser titular. A zaga oscila muito. Queimaram o Douglas Grolli, mas não vejo nenhum melhor do que ele, a não ser Gilberto Silva, que só volta no final do mês. Contratações urgem. Evidente que o favoritismo pela camiseta, pelos nomes, pela folha salarial é todo do Grêmio, mas não duvido do jogo de volta. Como curiosidade, fica a lembrança de que em todos os títulos, jamais a equipe do Olímpico eliminou algum jogo de volta.

Roda de Chimarrão

O Campeonato Gaúcho cada vez mais está para a dupla GreNal. Aquele Caxias que venceu a Taça Piratini sumiu. Veranópolis sucumbiu em casa para o Grêmio. São José foi amassado pelo Inter. Alguém aposta nos clubes do interior na Taça Farroupilha? Torço muito pelo Lajeadense, clube com diretoria séria, excelente treinador, que precisa vencer ao Ypiranga quase rebaixado para ficar na quarta colocação e cruzar com o Grêmio. O Cruzeiro, depois que o TJD aprontou com o clube, sentiu o baque. Pelotas tem uma torcida apaixonada, técnico experiente, mas não encaixou. Define fora de casa a vaga na próxima fase. Ou seja, este chimarrão será de Grêmio ou Internacional. Te espero, índio velho, a qualquer momento, para um dedo de prosa neste veículo. O show não pode parar.

Me siga no Twitter!

Escrito por Diego Carvalho

Leia outras publicações de Diego Carvalho

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.