- Opinião

O Gauchão tem que mudar

Nesta quarta-feira, Grêmio e Internacional entrarão em campo para disputar as principais competições do primeiro semestre em que estão inseridos. O tricolor enfrenta o Ipatinga e o colorado o Santos. Os gremistas não contarão com Kleber, principal reforço para temporada e o Inter está sem D’Ale e Guiñazu. E as lesões são apenas um dos diversos efeitos colaterais que o Gauchão causa nas duas principais equipes do Rio Grande do Sul.

A baixa qualidade futebolística das equipes que compõe a competição regional também pode ser considerada um fator de risco para as ambições da dupla no restante do ano, visto que os times interioranos não oferecem, ou não deveriam oferecer grandes dificuldades em campo de jogo. Não temos nenhum clube do interior na Série B do Campeonato Brasileiro!

Dessa forma, a preparação da dupla Grenal fica debilitada, na prática, com essa fórmula atual do calendário, o Inter vai enfrentar o Santos no mês de abril para decidir uma vaga na próxima fase da Libertadores tendo jogado apenas duas partidas contra times da Série A do Campeonato Brasileiro. E já estamos no mês de abril!

Precisamos reinventar o calendário, propor competições de nível mais acirrado. A volta da Copa Sul talvez seja uma alternativa. E os times do interior necessitam de mais apoio das suas comunidades, pois desse jeito continuaremos com um campeonato gaúcho muito ruim.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.