- Opinião

Porque Damião é diferenciado

Leandro Damião é o jogador que, na atualidade, faz mais jus a definição ‘diferenciado’. Não é nem tanto por ter qualidade acima dos outros. Mas é porque, justamente, ele faz coisas diferentes. Criado na várzea, sem formação em categorias de base, Damião tem um jeito peculiar, manias próprias, recursos exclusivos e improváveis. Por vezes ele parece tosco, sem fundamento. Mas, quando ninguém espera, ele dá um jeito de marcar. E outra. Ele não desiste nunca. Zagueiros desavisados se dão mão. Enquanto atacantes franzinos e centroavantes estrelas acompanham com olhos uma bola que ficou longe, ele se atira nela. Com o pé, com a cabeça, com o corpo. Quem estiver na frente será atropelado.

Enquanto a maioria dos profissionais foi criado, desde garoto, no gramado, Damião cresceu na terra, no barro, no buraco. Nessas condições, cair não era a melhor escolha. E mais do que isso. Nos campeonatos das favelas paulistas, uma disputa ríspida poderia terminar não com cartão. Mas com tiro. Medo de quem ele vai ter com 100 câmeras prontas pra flagrar e punir qualquer ‘peitaço’?

Por isso que, contra Honduras, marcou. Quando os dois zagueiros dominaram a bola e pensaram em dar prosseguimento ao lance, um carrinho, sabe-se lá vindo de onde, empurrou a bola para o fundo das redes. No melhor estilo boliche. Damião é daqueles que poe o corpo no zagueiro, disputa o rebote no ar. Surpreende o defensor que está acostumado a ser, fisicamente, o dono do lance. Por isso que, contra a Coreia, abriu espaço e achou um canto para marcar o terceiro gol brasileiro. Mas também sabe ser técnico. Marcar com categoria. Só no Inter, ele fez dessas, mais de 70 vezes. Por isso está em Londres. Damião não é mais do Inter, é do Brasi. É do Mundo.

Foi um pouco contestado no início dessas Olimpíadas. Mas Mano Menezes insistiu no camisa 9. Acertadamente. Damião e gol são duas palavras que já tem quase o mesmo significado. Será vendido por uma fortuna. Irá para um grande clube. Ainda mais se trouxer o ouro e/ou a artilharia olímpica. E merece.

Escrito por Gabriel Dutra

Jornalista.
Leia outras publicações de Gabriel Dutra

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.