- De olho na base

Base gremista tem mês de setembro recheado de conquistas

As categorias de base do Grêmio começaram a dar uma nova esperança ao torcedor. No mês de setembro, os guris tricolores venceram duas competições nacionais: a renomada Taça BH e a 6ª Copa Carpina Sub-16. No entanto, são poucos os jogadores que podem ser apontados como grandes revelações.

Em Minas Gerais, as atenções estavam voltadas para o trio formado por Misael, Guilherme Biteco e Yuri Mamute. No entanto, apenas o primeiro teve participação destacada. O volante mostrou que está pronto para receber uma chance de Vanderlei Luxemburgo. Forte na marcação, tem qualidade de sobra na saída de jogo e pode atuar nas duas primeiras funções do meio de campo.

Foto: Aguante Comunicação

Biteco e Mamute não chegaram a desapontar, mas não renderam tudo aquilo que se espera de dois jovens que começaram a temporada entre os profissionais. O centroavante não conta com a simpatia de Luxa e terá que correr dobrado para receber uma nova oportunidade. Por outro lado, Biteco e Misael foram integrados ao grupo principal e devem começar a figurar no banco de reservas até o final do Brasileirão.

O goleiro Ygor e o lateral-direito Tinga também saíram com moral da Taça BH. Ambos, contudo, não devem ter facilidade para serem promovidos, já que contam com forte concorrência.

O torneio realizado em Pernambuco, por sua vez, apresentou três grandes promessas. Ygor Mutante, autor do gol gremista na final – após empatar em 1 a 1 no tempo normal, o time gaúcho bateu o Vitória/BA nos pênaltis -, o volante Arthur, que foi eleito o melhor jogador da competição, e o centroavante Nicolas Careca, que tem idade para estar uma categoria abaixo, mas foi promovido para ganhar experiência e acabou ajudando na conquista.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.