- Notícias

Fim de um ciclo: Leandro Damião é vendido ao Santos

O Internacional oficializou nesta segunda-feira (16/12), a venda do centroavante Leandro Damião para o Santos. O atacante defendeu o Inter 179 vezes e marcou 90 gols.  Se despede do clube como 15º maior artilheiro da história do clube.

Damião marca contra o São Paulo e homenageia seu pai (Foto: Alexandre Lops/ Inter)

Leandro Damião chegou ao Inter no final de 2009, contratado junto ao Atlético de Ibirama para fazer parte do extinto Inter B, onde teve um treinamento diferenciando,  o mesmo que Alexandre Pato, Nilmar, Rafael Sóbis, Walter e tantos outros passaram.  Em 2010,  estreou pela equipe profissional, diante do Ypiranga de Erechim e não poderia ter sido de forma melhor. Vitória por 4×2 e dois gols marcados.  Porém, sem maiores oportunidades, retornou ao time B e viu sua chance no grupo profissional ficar cada vez mais difícil. Walter se afirmava cada vez mais na equipe e fazia belíssimas atuações pela Libertadores da América.

Porém, viu a oportunidade chegar, mais uma vez, após o seu companheiro Walter simplesmente abandonar o clube e acabar vendido ao Porto.  Se não bastasse a “sorte”, o Inter passava por uma fase difícil, sem jogadores prontos na base, e com um único atacante no banco, Everton Costa. Não houve como, Damião foi integrado ao grupo principal da Libertadores da América, embora houvesse feito alguns gols no gauchão, não era nada além de um cara como tantos outros que estavam sendo testados. No dia 18 de Agosto de 2010, viu sua estrela brilhar, ao entrar no lugar de Rafael Sóbis e fazer um gol muito importante, que decidiu o título da maior competições das Américas.

Leandro Damião arranca para o gol na final da Libertadores contra o Chivas
Damião pronto para marcar contra o Chivas na Libertadores de 2010 (Foto: Edison Vara)

Em 2011,  virou sensação da torcida. Cobiçado por grandes times da Europa, tido como principal nome do elenco, maior mesmo que D’Alessandro e Oscar,  atualmente no Chelesa e titular da seleção brasileira.  Além de conquistar o titulo da Recopa praticamente sozinho, fazendo 3 gols nos dois jogos da final diante do Independiente, se tornou o maior artilheiro do Brasil daquele ano. Com isso, abriram se as portas da maior seleção do Mundo, Damião virava o nome para a Copa de 2014, com o possível camisa 9. Mas com apenas 3 gols em 17 jogos a chance de disputar a maior competição de seleções do mundo diminuiu. 

Damião foi convocado para seleção brasileira | Divulgação: Ig.com
Damião foi convocado para seleção brasileira | Divulgação: Ig.com
Entretanto, diante de tantas especulações e pressão, algo saiu dos trilhos, de propostas milionárias europeias a lesões corriqueiras, seu futebol decaiu, os gols sumiram, o peso aumentou, a vontade não era a mesma. Não se viu outra alternativa, Damião.  O atacante irá defender o Santos FC em 2014, onde tentará reencontrar seu bom futebol, que o levou a ser o 9 da seleção brasileira e um dos grandes nomes do futebol nacional.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.