- Internacional, Notícias

Com primeiro gol de Aránguiz, Inter vence mais uma e segue invicto no Gauchão

Por: Gabriel Corrêa (@_gabrielcorrea)

Numa noite de terça-feira, horário atípico para uma partida de futebol, o Inter estreou seu uniforme amarelo, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. Não bastasse isso, o jogo foi marcado pela queda de energia por incríveis 45 minutos e a confusão protagonizada pelo lateral Fabrício e o zagueiro do Juventude, Diogo. Falando de futebol, o Inter conseguiu fácil vitória contra a equipe de Caxias, com gols de Rafael Moura e numa bela cobrança de falta de Charles Aránguiz. Zulu descontou para a equipe do Juventude em lance isolado.

A equipe colorada começou a partida com muita velocidade, principalmente pelo lado direito, com o trio Gilberto, Aránguiz e D’alessandro. Mas foi pelo meio que o time atacou primeiro. Logo aos 3′, em uma linda troca de passes, o chileno recebeu dentro da área e caiu pedindo pênalti, mas nada foi marcado. O Inter seguia pressionando a equipe de Caxias e tinha em Aránguiz o grabde destaque. Primeiro após boa jogada de Gilberto e depois em cobrança direta de falta. Aos 15′ um princípio de confusão entre D’alessandro e o zagueiro Diogo, mas nada de mais aconteceu. Então, aos 25 minutos um apagão tomou conta do estádio. O pior de tudo é que não foi o primeiro do campeonato que a cada ano parece mais desorganizado. A falta de luz durou longos 45 minutos.

Rafael Moura comemora seu quarto gol no campeonato. (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)
Rafael Moura comemora seu quarto gol no campeonato. (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)

Com a volta da energia, os times naturalmente voltaram em um ritmo mais lento e nada de importante aconteceu até que aos 29′, Alan Patrick fez boa jogada individual e sofreu falta, que acabou não resultando em nada. Só que aos 32′, Otávio fez grande jogada pelo meio e tocou para Rafael Moura na entrada da área, que só deslocou o goleiro e abriu o placar. Foi o seu 4 gol em 4 jogos na temporada de 2014. Entretanto, mais um lance lamentável na partida. O lateral Fabrício empurrou o zagueiro Diogo que retribuiu com um tapa e o lance gerou muita confusão no gramado. No fim, os dois jogadores foram expulsos de maneira justíssima. O Juventude não conseguia atacar e nas únicas chances, através de bola parada os chutes foram tortos e para longe do gol defendido por Muriel. O primeiro tempo acabou sem que o Juventude conseguisse dar um chute certo ao gol.

Na volta do intervalo, o Inter voltou com Cláudio Winck, improvisando Gilberto na lateral esquerda, no lugar de Alan Patrick para suprir a ausência de Fabrício. O Juventude tirou Leandro Leal para entrada de Jardel. O jogo estava parado, mas aos 7′ do segundo tempo, em uma falta na entrada da área Aránguiz e D’alessandro conversavam antes da cobrança, o chileno bateu com maestria e a bola foi no ângulo do goleiro Fernando. O Inter fazia dois a zero ao natural e ainda contava com grande atuação de Aránguiz, o chileno que deu uma nova dinâmica ao meio de campo colorado após saída de Fred. O Juventude começava a ter mais a bola, mas não ameaçava o Inter que trocava passes e se defendia bem. O Inter ainda teve outra falta na entrada da área, mas D’ a lessandro chutou no canto do goleiro e Fernando fez fácil defesa.

Para segurar um pouco mais o jogo que já estava calmo, o técnico Abel Braga tirou Otávio, de grande atuação, e colocou João Afonso, outro jovem que se destacou ano passado com o técnico Clemer. O Juventude tentava de todas as formas atacar, mas não ameaçava o Inter que, mesmo jogando nos contra-ataques, continuava mais perigoso. Sempre pelo lado direito com a dupla Aránguiz e D’alessandro. Só que aos 35′ do segundo tempo, o centroavante Zulu aproveitou o bate-rebate após cobrança de escanteio e descontou. Mais uma vez o Inter sofria gol após cobrança de bola parada. Aos 37 da etapa complementar, Abel retirou Rafael Moura, que saiu bastante aplaudido, para colocar Wellington Paulista em campo. O jogo ficou monótono porque o Inter estava mais preocupado em se defender e o Juventude não conseguia atacar e o jogo terminou mais uma vitória do Inter.

Agora, a equipe comandada pelo técnico Abel Braga enfrenta a equipe do Veranópolis, domingo, às 16h, no estádio Antônio Davi Farina, em busca de mais três pontos.

Escrito por Gabriel Corrêa

Estudante de jornalismo.
Leia outras publicações de Gabriel Corrêa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.