- Grêmio, Notícias

Geral do Grêmio é vaiada e tricolor vence com gol de Barcos

Os pouco mais de 14 mil torcedores que foram a Arena do Grêmio tiveram que repudiar cantos vindos da Geral do Grêmio, mas viram o tricolor vencer por 1 a 0 com gol do, agora, vice-artilheiro do Brasileirão, Barcos.

O primeiro tempo foi pouco movimentado. Quem tentava dar velocidade para o Grêmio era o atacante Dudu, mas o jogador pecava muito nas finalizações. Alan Ruiz era a surpresa no meio de campo e o argentino tentava organizar o jogo, mas sem sucesso. Matías Rodriguez era uma boa opção pela direita, porém o jogador deixava muitos espaços nas suas costas e o Bahia aproveitava para atacar por aquele lado. Giuliano foi figura apagada na primeira etapa. No fim da primeira etapa, gritos vindos da Geral do Grêmio entoavam “chora macaco imundo”, ironizando todo o ocorrido na partida válida pela Copa do Brasil contra o Santos. O resto do estádio vaiou.

997058_822044987827553_3761912970179119468_n
Dudu se movimentou bastante e teve seu gol “roubado” por Barcos (Divulgação/Grêmio)

Para mudar o panorama do jogo, Felipão colocou Matheus Biteco no lugar de Alan Ruiz.

A mudança recuperou o meio campo do Grêmio que passou a trabalhar melhor a bola pelo setor. Dudu continuava tentando em jogadas de velocidade, mas o time não conseguia criar chances cristalianas de gol. Porém, o gol saiu na sequência. Fellipe Bastos tabelou com Giuliano, que cruzou para Dudu. O jogador chutou, Marcelo Lomba não alcançou e Barcos, em cima da linha, completou para o funda das redes. 8 gol do pirata na competição.

Depois do gol o time puxou o freio e não atacava com o mesmo ímpeto e esperava pelo erro do Bahia para contra-atacar. O tricolor de aço começou a girar a bola no ataque e deixou o torcedor apreensivo. Sem ameaçar, o Bahia errava muito e o Grêmio assustava no contra-ataque. Zé Roberto em grande arrancada chutou cruzado para linda defesa de Marcelo Lomba. O Bahia ainda assustou em cobrança de falta, mas o jogo terminou mesmo com vitória do Grêmio pelo placar de 1 a 0.

Escrito por Gabriel Corrêa

Estudante de jornalismo.
Leia outras publicações de Gabriel Corrêa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.