- Destaque, Notícias, Os caminhos da preparação física

A inteligência de dados e a personalização dos treinos

Por Rogério Santo e Thales Barreto

Segundo Rogério Dias, preparador físico do Grêmio, é preciso que o jogador chegue na frente do adversário. “Nós usamos dados para comparar o jogador com ele mesmo, com isso conseguimos individualizar os treinos”, conta. Aproveitando a inteligência de dados, Rogério Dias consegue em seu trabalho formar padrões de respostas de cada jogador para a intensidade dos treinos. Dessa forma se dá um entendimento mais profundo sobre como aproveitar melhor as potencialidades de cada jogador. “Um exemplo bem claro, o pós-jogo. O jogador vai fazer uma partida às 22hs. Nós criamos padrões para esse jogador com 24 horas de recuperação, 36 horas e 48 horas. Nesse período, nós realizamos avaliações para ver como é que ele está fisicamente”, relata Dias. A partir do resultado das avaliações ocorre o processo de tomada de decisão, adaptação ou personalização do treino para o jogador. “Caso ele não esteja recuperado, não vai para o próximo treino. Uns jogadores se recuperam de forma mais lenta outros de forma mais rápida e às vezes é preciso utilizar de suplementação especial, hidratação ou outro recurso.”, conta o preparador físico do Grêmio.

Paulo Paixão diz que encontra o equilíbrio entre o melhor que pode oferecer ao jogador e o potencial que o atleta deve atingir. Sobre as mudanças na área, Paixão diz que a necessidade de trabalhar as valências essenciais da preparação física, resistência, força e velocidade, não mudou. “Corem e funcional se trabalha desde a época medieval, o pessoal acha que é novo”, comenta. Porém, a forma de trabalhar hoje é ditada por ferramentas de mediação. “Hoje o computador apresenta um gráfico, eu sei se o jogador atingiu o que eu quero através da curva, antigamente você fazia a curva, desenhava a curva, era bem diferente”, conta Paixão.

Leia mais: Reportagem Especial: Os caminhos da preparação física | A capacidade física associada às ações do jogador dentro de campo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.