- Futebol e Cultura

Romance usa futebol para falar de relacionamento familiar

Com grande talento narrativo, Sérgio Rodrigues usa o futebol como premissa para falar de uma conturbada relação familiar. Ainda que o esporte não seja exatamente o foco de O Drible, ele assume um papel central na narrativa. No romance, existem três destinos que se cruzam de forma importante: o do cronista esportivo Murilo Filho; o de seu filho, chamado de Neto; e o de Peralvo, jogador com habilidades mágicas, mas que nunca vingou na profissão.

Apoie o Conexão Grenal. Participe da nossa campanha de financiamento recorrente

Murilo e Peralvo nasceram na pequena cidade de Merequenda e se mudaram para o Rio de Janeiro. Enquanto o primeiro torna-se um célebre cronista de futebol, o segundo teria como destino superar Pelé. Em determinado momento da trajetória, as coisas saem do prumo quando Murilo começa a se relacionar com Elvira, que se tornará sua esposa.

Leia trechos do livro

Quando Elvira morre de forma trágica, Neto culpa o pai, com quem interrompe qualquer contato por décadas. O que permanece é um desejo de vingança alimentado pelo ódio cultivado durante tanto tempo. Até que, aos oitenta anos e desacreditados pelos médicos, Murilo busca se reaproximar do filho. Mas será que as suas intenções são mesmo sinceras ou tudo não passa de uma farsa, um drible genial?

Foto: Divulgação/ Companhia das Letras
Foto: Divulgação/ Companhia das Letras

Escrito por Marja Camargo

Leia outras publicações de Marja Camargo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.