Grêmio e Inter desprestigiam Gauchão ao promoverem Gre-Nal dos reservas

grenal-418-lucas_uebel-3.jpg

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

É unanimidade que os campeonatos estaduais não possuem a expressão de outrora. Mesmo assim, são alimentados pelas rivalidades locais e, principalmente, pelos clássicos. Porém, neste domingo, dia 17, Grêmio e Inter desprestigiaram ainda mais o Gauchão ao escalar equipes reservas para o GreNal 418, realizado na Arena e vencido pelo tricolor por 1-0. O gol foi de Léo Gomes, curiosamente o único titular em campo.

Seria natural que as equipes fossem reservas se tivessem compromissos importantes pela Libertadores durante esta semana. Mas não foi o caso. O Inter volta a campo pela competição continental só no dia 03/04, contra o River Plate, no Beira-Rio. Por sua vez, o Grêmio enfrenta a Universidad Católica dia 04/04, na Arena. O calendário não era motivo para poupar jogadores.

A iniciativa partiu do Inter após o julgamento de Nico López, punido com quatro jogos de suspensão e, assim, fora do clássico. Segundo os colorados, uma forma de protesto contra a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e o Tribunal de Justiça Desportivo (TJD). A justificativa, no entanto, não convenceu muito. Para mim e diversos outros torcedores, o real motivo foi evitar arriscar a boa fase da equipe, embalada após duas vitórias seguidas na Libertadores. A torcida gremista já estava corneteando o “arrego” colorado.

Foto: Ricardo Duarte/ Inter
Foto: Ricardo Duarte/ Inter

Diante dos reservas do Inter, o Grêmio jogaria com a pressão de vencer com autoridade o rival, ainda mais depois do início ruim na Libertadores. Foi então que a comissão técnica tricolor também decidiu não arriscar um tropeço com os titulares e escalou os reservas. Mais do que “arregar” como o adversário, perdeu boa oportunidade de testar o time com uma mudança ou outra pensando na Católica, afinal, o time reserva colorado é superior aos demais do Gauchão, além do aspecto clássico ser uma dificuldade a mais.

No confronto dos reservas, o Grêmio foi melhor no 1º tempo. Com padrão de jogo e entrosamento, teve o tradicional controle do meio-campo. Mas, sem intensidade, não conseguia criar diante de um Inter fechado e sem contra-ataque. Em uma rara chance, Daniel salvou o chute de Léo Gomes após escanteio. O tricolor só conseguiu transformar a superioridade em vantagem após a expulsão de Nonato. Léo Gomes teve espaço pela direita, chamou Montoya para uma primeira tabela, avançou em diagonal, recebeu de volta e tabelou com André, que o deixou na cara de Daniel. Aí o lateral gremista chutou por baixo do goleiro colorado e abriu o placar.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

Em vantagem e com um a mais, a expectativa era que o domínio gremista crescesse no 2º tempo. Não foi o que aconteceu. O Inter mudou a atitude para a etapa final e melhorou no jogo. Não chegou pressionar o time gremista, mas equilibrou as ações e até foi melhor em alguns momentos. Odair apostou em um time mais forte, com Tréllez, e técnico, com Camilo. O centroavante deu trabalho, o meia nem apareceu. Wellington Silva acabou sendo a última opção, quase no fim. Pelo Grêmio, Renato trocou Montoya e Jean Pyerre por Éverton e Diego Tardelli. Diante do pouco efeito das tentativas ofensivas, reforçou o meio com Darlan na vaga de André. Assim, o clássico ficou no 1-0 sem muitas emoções.

Veja a classificação do Gauchão 2019

Para o Inter, o único objetivo atingido foi de não arriscar a boa fase do time titular. No jogo, Guilherme Parede se esforçou, mas não chegou ser perigoso. Os garotos Nonato e Pedro Lucas foram mal, Sarrafiore nem entrou. Pelo Grêmio, Matheus Henrique, Léo Gomes e André foram bem. Montoya e Jean Pyerre apareceram pouco, Pepê e Rômulo foram mal. Quem só perdeu, pra mim, foi o Gauchão. Afinal, quando as duas principais equipes optam por jogar o clássico com os reservas, isso torna-se mais um argumento a favor da diminuição das datas ou até mesmo o fim dos estaduais.

Vladson Ajala

Vladson Ajala

Jornalista formado na Unipampa e estudante de Direito na URI São Luiz Gonzaga. Apaixonado por futebol.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

scroll to top