O surpreendente Palestino, adversário do Inter na estreia da Libertadores

palestino-3.jpg

Foto: Divulgação/ Palestino

O Inter estreia na Copa Libertadores na próxima quarta-feira, dia 6, às 19h15, no Estádio Juan Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile. O adversário será o Palestino, que surpreendeu ao eliminar Independiente de Medellín e Talleres para chegar à fase de grupos da competição continental. Quem apostaria nos chilenos no dia do sorteio? Eu não.

Apoie o Conexão Grenal.
Entre para o nosso clube!

Quando o sorteio que definiu os grupos da Libertadores foi realizado, colocou o Inter no Grupo A, ao lado de River Plate e Alianza Lima. A última vaga do grupo ficou em aberto para o vencedor dos confrontos das eliminatórias prévias à fase de grupos. A expectativa maior era que este time fosse o São Paulo, o que formaria um “grupo da morte”, com três gigantes da América do Sul. Mas não foi o que aconteceu.

Se o São Paulo era o favorito, o Palestino era, sem dúvidas, o azarão. Sem tradição na Libertadores, o time foi campeão da Copa Chile, mas brigou para não cair no Campeonato Chileno. Ninguém ficaria surpreso se os árabes já caíssem para o Independiente de Medellín. Porém, os chilenos superaram os colombianos nos pênaltis, após dois empates em 1-1.

Foto: Divulgação/ Palestino
Foto: Divulgação/ Palestino

Ao eliminar o São Paulo, toda a expectativa de ter os paulistas no grupo do Inter passou para o Talleres, time de Pablo Guiñazú. No entanto, mais uma vez o mata-mata reservava surpresas. O time argentino chegou abrir 2-0 em Córdoba no primeiro jogo, mas acabou levando o empate. Na volta, em Santiago, mais uma vez o Talleres saiu na frente. O Palestino buscou o empate, que já lhe daria a classificação, e ainda chegou à virada no fim do jogo, selando a vaga na fase de grupos.

Foto: Divulgação/ Palestino
Foto: Divulgação/ Palestino

O que esperar deste Palestino? Difícil dizer. Diferente do São Paulo, que chegaria no mesmo nível de cobrança de Inter e River Plate, o Palestino chega como franco-atirador. Trata-se de um time vigoroso, de marcação forte, viril, até mesmo faltoso. Segundo levantamento do site globoesporte.com, nas quatro partidas disputadas, foram 85 faltas, média de 21,25 por confronto, além de 16 cartões amarelos e um vermelho. O jogador mais conhecido é o veterano Luís Jiménez, 34 anos. Ex-jogador da seleção do Chile, o meio-campista viveu bom momento no futebol italiano, com passagens por Fiorentina, Lazio e Inter.

Essas características do Palestino certamente trazem preocupação ao Inter. O time costuma sofrer contra adversários fechados, que marcam forte e dão pouco espaço, pois ainda tem dificuldade de propor o jogo e criar a partir da posse de bola. Colorado vai precisar de paciência e atenção, além de aproveitar a bola parada e os cruzamentos na área, pontos fortes da equipe colorada. Afinal, não dá para subestimar o Palestino, que já mostrou que surpreender é seu ponto forte nesta Libertadores.

Vladson Ajala

Vladson Ajala

Jornalista formado na Unipampa e estudante de Direito na URI São Luiz Gonzaga. Apaixonado por futebol.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

scroll to top