Jogar contra o River Plate já classificado, é tudo que o Colorado Odair queria

opiniao-2019.jpg

Em plena Libertadores da América 2019, viajar até a Argentina e poder jogar as brincas contra o último Campeão da edição de 2018, com certeza não será pouca coisa para todos os Colorados, e sim um grande alívio por não estarmos com a corda no pescoço, como o coirmão do Uma e Tá.

Quem poderia imaginar que no projeto da direção Colorada, mesmo com um Time sem craques, seria o líder do seu Grupo, se classificaria com uma rodada de antecedência e de lambuja, jogaria a última partida da fase de Grupos, de sangue doce e quem sabe, com um Time mesclado entre titulares e pontuais reservas?

Não conheço nenhum dos mais otimistas torcedores, jornalistas da imprensa Gaúcha e do Brasil, que não estejam felizes com esta campanha do único Clube de Porto Alegre bem encaminhado na LBA, até mesmo, porque seus passaportes ainda terão mais carimbos por causa deste maravilhoso presente do Internacional.

Pela primeira vez não ficarei tão chateado como escritor e torcedor, pelo fato do técnico Odair não escalar o que tiver de melhor, mesmo contra o já classificado River Plate, porque precisamos  preservar quem está pendurado com cartões amarelo, e já dar mais um descanso aos boleiros.

Poder ver o Colorado fazer um grande passeio na Argentina, sem a obrigação do Odair ficar tenso na beira do campo, e os jogadores Tri leves para não errar demasiadamente durante a partida, poderá ser uma benéfica válvula de escape, que até um vitória poderá acontecer e premiar esta surpreendente campanha.

Reforço que como não tenho sentimento antecipado de perdedor, e nem quero ser corneteado por aí por causa de uma eventual goleada dos argentinos, torcerei aqui do lado de fora para que possamos ver a Camisa Colorada bem representada e honrada dentro do campo.

Devido ao desempenho do nosso Time na última rodada do Brasileirão ter sido deplorável, e principalmente porque ao natural perdemos por um a zero para o Palmeiras, ainda mais através de um Gol de cabeça, tomara que neste jogo possamos marcar melhor, não levar tantos Gols, e chutar mais do que duas bolas dentro da Goleira do River.

Voltar para Porto Alegre bem aliviado por ter terminado uma amistosa peleia, por já estar maravilhosamente em primeiro  lugar, será a garantia da direção que tudo continuará como está, porque nada disto foi planejado, aconteceu por acaso, e vida que segue.

Dorian Bueno

Dorian Bueno

Titular da coluna Da Arquibancada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

scroll to top
error: Este conteúdo é protegido por leis de direito autoral.