fbpx

Inter supera o VAR e o Palmeiras e avança para as semifinais da Copa do Brasil

cropped-inter-palmeiras-2019-2.jpg

Foi tenso, mas o Inter se impôs e conseguiu avançar para as semifinais da Copa do Brasil. No tempo normal foi 1 a 0, deveria ser 2, nos pênaltis o colorado superou o Palmeiras por 5 a 4. Vale ressaltar a arbitragem catastrófica do Rafael Traci que anulou um gol legal do clube gaúcho com um VAR lerdo e falho. Na semifinal o Inter terá pela frente o Cruzeiro.

Apoie o Conexão Grenal. Entre para o nosso clube.

A partida começou com o Inter desejando a vitória. Odair jogou o time para o ataque desde o primeiro minuto do cotejo. Embora a primeira chance do jogo tenha sido do Palmeiras com uma finalização de Gustavo Gómez que Lomba defendeu. Depois disso o Inter foi quem controlou a partida. Aos 3’ Guerrero recebe de D’Alessandro e finaliza, Weverton cata. Aos 10’ Moledo cabeceia e o arqueiro palmeirense salva mais uma.

O clube gaúcho chegou pela terceira vez com perigo aos 18’, em finalização de Nico López que acaba bloqueada por Weverton. O ritmo diminuiu e só foi retomado um pouco mais tarde, quando o Inter voltou a pressionar o Palmeiras de maneira mais incisiva. Até que aos 40’ Edenilson finaliza e Patrick aproveita o rebote para fazer um belo gol da entrada da área. O Palmeiras chegou a esboçar uma reação aos 42’ com Dudu que ficou nas luvas de Lomba.

No intervalo Felipão sacou Lucas Lima e colocou Moisés em campo. Com a bola rolando Nico teve duas chances de ampliar o marcador, mas em ambas Weverton evitou a dilatação do placar. Felipão voltou a mudar aos 13’, quando sacou Zé Rafael e colocou Willian em campo. A primeira mudança de Odair foi a saída de Nico López para a entrada de Rafael Sobis. O jogo seguiu tenso, mas sem chances claras de gol.

Na casa dos 30’ ambos os treinadores mudaram. Felipão tirou Deyverson para a entrada de Carlos Eduardo. Já Odair removeu Bruno e colocou Nonato. O VAR apareceu pela primeira vez com mais destaque aos 35’. Felipe Melo entra na área e se dissolve, Rafael Traci marca o pênalti, mas é alertado pelo VAR da simulação do volante palmeirense volta atrás. Com 41’ Hellmann sacou Uendel para colocar Wellington Silva.

Leia todas as notícias do Inter

Nos acréscimos D’Alessandro cobra na área e Cuesta, sozinho, sobe e joga no barbante. Eis aí o tento que classificaria o Inter para as semifinais. Entretanto o VAR apareceu para encontrar alguma irregularidade e anular o tento colorado. Segundo Felipe Melo alertou ele havia sido “empurrado” pelo jogador argentino. Traci anulou o gol e forçou a cobrança de penalidades para decidir quem iria encarar o Cruzeiro na próxima fase. Antes de Traci checar a imagem ele expulsou D’Alessandro por reclamação.

Guerrero, Sobis, Edenilson, Lindoso e Nonato converteram as penalidades coloradas. Patrick desperdiçou. Pelo lado do Palmeiras Bruno Henrique, Diogo Barbosa, Luan e Willian converteram. Gustavo Gómez e Moisés desperdiçaram suas cobranças e classificaram o Inter para a semifinal da Copa do Brasil. Destaque para a defesa de Marcelo Lomba na cobrança de Gómez.

Acompanhe as notícias da Copa do Brasil

No sábado o Inter recebe, no Beira-Rio, o Grêmio pela décima primeira rodada do brasileirão. O jogo está marcado para às 19h. Na próxima quarta-feira o Inter volta aos gramados pela Libertadores diante do Nacional do Uruguai.

Thales Barreto

Thales Barreto

Sou Thales Barreto e tenho 34 anos. Me formei em jornalismo pela Famecos/ PUCRS em 2009. Atualmente faço pós graduação em Influência Digital: Conteúdo e Estratégia pela PUCRS.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

voltar ao topo