Dei um Mandrake no “destreinador” Colorado, porque perdi a paciência

cropped-opiniao-2019-13.jpg

Para o desempenho do Internacional de ontem contra o grande e abençoado Flamengo, nota zero e sem VAR. Futebol se vence nos bastidores e dentro do campo. Quem é do bem e não carrega ódio dentro do seu coração, sempre vencerá por sua capacidade e fé.

Apoie o Conexão Grenal. Entre para o nosso clube.

Eu somente voltarei a torcer para o Inter, depois que tivermos um treinador inteligente com o espírito de liderança como o de Jorge Jesus, Portaluppi, Mano Menezes, Sampaoli, Cuca e Ceni.

Chega de perder o meu precioso tempo, com o discurso do derrotado Hellmann. O Inter precisa virar a chave da incompetência e covardia imediatamente. É o único jeito, para que em jogos grandes possamos sair vencedores, jogando uma redonda bola de futebol.

Chega de invenções que nos levam a tristes derrotas, eliminações de uma possível continuidade desta longa caminhada em busca de um título de campeão. Ontem foi dolorido demais, que até eu perdi o controle das minhas palavras.

Peço Perdão aos meus Amigos, pacientes e inteligentes Blogueiros Colorados. Perdi o meu Paizão há dois anos, e ele era um solitário mais feliz torcedor do Grêmio.

Leia todas as publicações da arquibancada

Chutei o balde, quem sabe foi porque senti em casa sozinho, a dor que muitos pagaram para assistir ao vivo no estádio, e sem poder fazer os nossos gols do Colorado para poder jogar um baita Gre-Nal pela Libertadores. A torcida abraçou o Time, mas eles não entraram dentro do lindo gramado do Beira-Rio para fazer a sua parte.

Em 2019 o Gauchão e a Libertadores já passaram por nós, e ficou só o cheirinho das Taças. Agora na peleia da Copa do Brasil com certeza, teremos que ser mais fortes, tendo em vista que o time do Cruzeiro virá cheio de motivação e com atletas muito mais capazes de virar esta pequena vantagem de um a zero do Inter.

O Colorado já está sem gasolina e sem capacidade de servir um belo e quente café no bule com pães de queijo. Depois da nossa próxima quarta-feira em setembro, poderei avaliar a minha livre conduta para qual time irei torcer, escrever palavras doces e vitoriosas.

Dei um Mandrake no Time do Odair, até que ele me prove porque veio para este mundo, chamado Beira-Rio.

Dorian Bueno

Dorian Bueno

Titular da coluna Da Arquibancada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

scroll to top