Que privilégio Torcedor do Internacional, tem futebol para todos os gostos de Competições

cropped-opiniao-2019-4.jpg

Tenho me questionado a respeito deste tema tão estranho, na vida de quem gosta das emoções e decepções de uma partida de futebol. Quando o nosso Colorado conquistou com mérito suas vagas para se fazer presente durante todo o ano, em muitas competições, bah tchê, com certeza nós todos ficamos felizes.

Apoie o Conexão Grenal. Entre para o nosso clube.

Logo a torcida ficou ouriçada devido a possibilidade de ajudar o clube, a ter os melhores jogadores, vestindo a camisa do Internacional, e jogar juntos para ser campeão. Mas aí que mora o perigo, porque o futebol que a torcida vive e enxerga, é bem diferente de quem está lá trabalhando dentro do sistema.

Quando falo no sistema, são todos os setores do clube, que deverão estar imbuídos no projeto fora e dentro do campo de jogo. Evidente suportando as discórdias que haverão de surgir, porque na fase da terra dentro do mercado do futebol, nada é 100% A não ser o salário dos jogadores, mesmo que não vençam chutando a bola por aí.

Leia todas as notícias do Inter

Aqui do lado de fora sobra para nós torcedores, o custo financeiro de poder ou não, ter a condição de ir acompanhar as partidas, seja no Interior do Rio Grande do Sul, pelo Brasil a fora e maravilhosamente pela América do Sul, ou ver pela TV ou através da lenta Internet.

Poder assistir o Internacional, disputar o Gauchão, Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores da América, não é para qualquer tipo de torcedor. Precisa ter amor pelo clube, treinador, atletas, não ser pé rapado, tem que ter bala na agulha para rechear a guaiaca com muito din din, muita paciência, e um coração tri em dia com seus batimentos cardíacos.

Leia todas os posts do Da Arquibancada

O que este diferenciado torcedor precisará suportar, antes e durante uma peleia de futebol, não é jogo jogado e nem é mel na chupeta. São abençoados e megas peregrinos, em busca de gols para o colorado. Eles são corajosos, já que deixam as suas famílias, para enfrentar longas viagens, de bus, carro, avião, mesmo não tendo um lugar confortável dentro dos estádios, como em seus lares, e no lindo Beira-Rio.

Todos estes desgastantes detalhes que os torcedores passam, caso o time corra e vença dentro do campo, será repetido até a disputa do título mundial no final do ano, sem qualquer tipo de reclamação.

Hoje a peleia será pelo Brasileirão, lá no Rio de Janeiro contra o tricolor e desesperado Fluminense. E o nosso Colorado com o seu jeitinho mistão de jogar futebol, tomara que jogue como na Libertadores, com muita garra para vencer mais uma fora de Porto Alegre.

Dorian Bueno

Dorian Bueno

Titular da coluna Da Arquibancada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

scroll to top