Grêmio faz péssima partida, perde para o Athletico-PR e está fora da Copa do Brasil

cropped-athletico-pr-gremio-copa_do_brasil_2019-1.jpg

O Grêmio não conseguiu apresentar o seu futebol habitual e acabou sucumbindo ao bom trabalho do Athletico na Arena da Baixada. O time paranaense venceu o cotejo por 2 a 0 e, nos pênaltis, chegou ao 5 a 4 na defesa de Santos após cobrança de Pepê.

Apoie o Conexão Grenal. Entre para o nosso clube.

No começo do jogo, por volta dos 4 o time gaúcho pediu um pênalti após Geromel cabecear e a pelota atingir a mão do marcador. O árbitro checou a imagem no VAR, mas mesmo assim nada marcou. Com 9 o Athletico chegou em cobrança de escanteio fechada de Rony que acabou indo na rede, pelo lado de fora.

Aos 14′ o treinador Renato Portaluppi teve que fazer a primeira alteração, removendo Leo Gomes, machucado, para adicionar Galhardo. Dois minutos depois Rony avança pela esquerda e cruza, Bruno Guimarães acerta a trave e Nikão completa para o barbante.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

O 1 a 0 a favor do Athletico não provocou reação do Grêmio, que seguiu administrando a vantagem que possuía. Aos 30′ Alisson tentou de cabeça, mas Santos catou. No último lance de perigo no primeiro tempo, Bruno Guimarães atira do meio da rua por cima do alvo defendido por Paulo Victor.

As equipes voltaram sem alterações para a etapa final. No relvado o Athletico seguia pressionando e chegou ao segundo gol logo aos 4′. Cruzamento de Rony na medida para Marco Ruben se antecipar a Geromel e ampliar o marcador. O 2 a 0 para o time paranaense levava o cotejo para os pênaltis. O Grêmio precisava de um gol para se manter na competição.

Como a situação sempre pode piorar, Kannemann parou com falta um contra-ataque do Athletico e acabou expulso. Precisando recompor a zaga o técnico gremista retirou André para a entrada de David Braz. Por incrível que possa parecer, o Grêmio conseguiu neutralizar o time da casa e até criou situações de perigo contra a meta de Santos.

Buscando o gol que lhe daria a vaga, Tiago Nunes retirou Rony, Wellington e Cittadini para as entradas de Vitinho, Cirino e Lucho González. A última alteração de Renato foi a saída de Jean Pyerre para a entrada de Thaciano. Já nos minutos finais Santos fez uma grande defesa após Marco Ruben atentar contra o patrimônio.

Acompanhe todas as notícias da Copa do Brasil 2019

O placar agregado se manteve no 2 a 2, então a vaga para a final da Copa do Brasil foi decidida nos pênaltis. Bruno Guimarães, Lucho González, Nikão, Cirino e Marco Ruben marcaram para o Athletico Paranaense. Galhardo, David Braz, Alisson e Matheus Henrique converteram. Pepê, último a cobrar para o tricolor, acabou tendo sua batida defendida por Santos.

Thales Barreto

Thales Barreto

Sou Thales Barreto e tenho 33 anos. Me formei em jornalismo pela Famecos/ PUCRS em 2009. Atualmente faço pós graduação em Influência Digital: Conteúdo e Estratégia pela PUCRS.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

scroll to top