Inter vence o Cruzeiro e volta a decidir uma Copa do Brasil 10 anos depois

cropped-inter-cruzeiro-copa_do_brasil_2019-4-2.jpg

Dez anos depois de decidir a Copa do Brasil diante do Corinthians, o Inter está novamente em uma final. O clube gaúcho voltou a vencer o Cruzeiro pelo placar de 3 a 0 e terá o Athletico Paranaense como oponente na grande decisão. O primeiro jogo acontece já na próxima quarta-feira. O sorteio do mando de campo acontecerá nesta quinta-feira, 5, na sede da CBF.

Apoie o Conexão Grenal. Entre para o nosso clube.

A partida começou intensa, com o Inter pressionando e o Cruzeiro respondendo. Guerrero e Edmilson tentaram logo no primeiro minuto. Pedro Rocha e David responderam. Com 5’ foi Nico quem teve a primeira chance dele no jogo, pelota passou com perigo. Aos 11’ o tiro de Nico passou por cima da meta. Cuesta arriscou com muito perigo contra a meta de Fábio aos 15’.

Já o Cruzeiro só voltou a criar na reta final do primeiro tempo. Marquinho Gabriel é travado pela defesa colorada e a bola sobra para Thiago Neves disparar com perigo, para fora. Aos 39’, Nico López inverte para D’Alessandro que levanta na medida para Guerrero aparecer sozinho e jogar no barbante. A vantagem que já era grande, agora ficou enorme. Ainda no primeiro tempo o Cruzeiro teve uma oportunidade de igualar o marcador com Marquinhos Gabriel, mas Lomba defendeu sem dificuldades.

Foto: Ricardo Duarte/ Inter
Foto: Ricardo Duarte/ Inter

No intervalo o técnico Rogério Ceni precisou sacar Dedé, machucado, para a entrada de Ariel Cabral. O Cruzeiro não conseguiu produzir lances de perigo. Ceni retirou Pedro Rocha e colocou Fred, tentando colocar o time mais ao ataque. Até que aos 24’ Nico López recebe de D’Alessandro e serve Guerrero que domina no peito e guarda um lindo gol.

Confira todas as notícias da Copa do Brasil

Tentando alguma coisa, Rogério sacou Robinho para a entrada do Ederson, já com 31’. Do lado colorado, Odair sacou D’Alessandro para a entrada de Rafael Sobis. O time mineiro cresceu no jogo e chegou a ter algumas finalizações, mas nada que assustasse a equipe colorada. Aos 40′ Nico López foi sacado para a entrada de Nonato.

No último minuto do jogo, Lomba lança Edenilson que parte do meio campo e, cara a cara com Fábio, joga por cobertura e garante o Inter na final da Copa do Brasil diante do Athletico Paranaense. Aos 47, Uendel saiu para a entrada de Sarrafiore que quase não tocou na bola.

A primeira partida da final da Copa do Brasil acontece na próxima quarta-feira, 11, com o jogo de volta marcado para o dia 18. Os mandos serão sorteados pela CBF na tarde desta quinta-feira, 5, no Rio de Janeiro.

Thales Barreto

Thales Barreto

Sou Thales Barreto e tenho 33 anos. Me formei em jornalismo pela Famecos/ PUCRS em 2009. Atualmente faço pós graduação em Influência Digital: Conteúdo e Estratégia pela PUCRS.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

scroll to top