Que a vitória pela Libertadores 2006 sirva de motivação para o atual Inter

opiniao-2019.jpg

Todavia, se alguém que ainda está vivo e aceita uma ajudinha para lembrar quem foram os verdadeiros jogadores e guerreiros daquele memorável jogo, segue abaixo.

Clemer; Ceará (Wellington Monteiro), Fabiano Eller, Bolívar e Jorge Wagner; Fabinho, Edinho, Alex (Índio) e Tinga; Fernandão e Rafael Sóbis. Técnico: Abel Braga.

Bah Tchê, até creio que o Capitão Fernandão lá acima do céu, deve ter soltado aqui para baixo, aquele baita sorriso de satisfação de ter podido liderar um grupo de jogadores competentes, que venceram por 1 x 2 aquele São Paulo do Murici, que era uma perigosa máquina de jogar futebol, e que nem desejo lembrar.

Apoie o Conexão Grenal. Entre para o nosso clube.

A lição que aquele Time Colorado deixou, foi que o grupo era bem maduro, focado e que o Rafael Sóbis ainda muito jovem, fez dois baitas Gols, porque tinha velocidade, agilidade, vontade, pontaria e tesão na ponta da chuteira. Sabemos que graças aqueles Gols tivemos gordura para encarar o encardido jogo de volta, para ser Campeão da Libertadores 2006 com muito mérito.

Hoje a situação também requer muita atenção dos jogadores, ainda mais que o grupo é inferior em todos os sentidos físicos, técnicos e táticos. Parece que não estão unidos, falta talento individual, e principalmente competência de fundamentos para definir logo uma partida de futebol, sem tanto sofrimento antes do apito final.

Leia todas as notícias do Inter

O Brasileirão já tem até Campeão antecipado, mas por ser uma competição diferente, ainda tem muita coisa em jogo para um monte de Times, que desejam garantir uma nova temporada em 2020, com mais dinheiro e tempo para pré temporada.

O Colorado do Zé Ricardo precisará enfrentar o mesmo cenário de um estádio tri lotado, tendo em vista que muitos interesses estarão em jogo, tanto para o São Paulo como Internacional.

Confira a tabela do Brasileirão 2019

Empate não serve para ninguém e diante disto, quem sabe será um jogão lá e cá e salve-se quem tiver mais talento dentro do coração, para continuar sonhando com uma vaga direta na Libertadores 2020.

Tomara que sejamos mais uma vez surpreendidos por este Internacional, que aprendeu a vencer fora do Beira-Rio, mesmo com o que o Treinador Zé, o goleador Guerrero e Cia. ltda, estão conseguindo produzir sem muito encanto dentro campo.

Bah bem que poderia ser inserido logo abaixo, o repeteco daquela emoção dos confrontos de 2006. Gooooolllllll do Rafael, Gooooolllllll do Sóbis, Gooooolllllll do Fernandão, Goooolllllll do Tinga teu povo Colorado Te Ama.

Inter Campeão da LBA 2006. Ufa, que lembrança maravilhosa!!!

Dorian Bueno

Dorian Bueno

Titular da coluna Da Arquibancada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

voltar ao topo