fbpx

Pelotas vence o Grêmio, nos pênaltis, e é bicampeão da Recopa Gaúcha

pelotas_gremio-recopa_gaucha_2020-1.jpg

Foto: Tales Leal/ AI ECP

O Pelotas conquistou a Recopa Gaúcha diante do Grêmio após empatarem o jogo em 1 a 1 no tempo normal. No primeiro tempo Mateus Santana abriu o marcador para o time da casa, Ferreira igualou o placar na etapa final. Nas cobranças Rodrigues desperdiçou a cobrança e o Pelotas ficou com a taça.

O Pelotas teve a primeira chance de perigo contra o Grêmio logo aos 6’, mas o tricolor conseguiu equilibrar e Isaque, depois Patrick, também criaram chances perigosas contra a meta defendida por Douglas Silva. Todavia, aos 16’ a defesa do tricolor falhou e Mateus Santana, sozinho, não precisou nem pular para abrir o marcador.

Depois do gol o Pelotas acabou recuando, mas o Grêmio não finalizava, muito em conta pela inexperiência do time que acabava abusando do drible e não exigindo muito do arqueiro Douglas Silva. No final do primeiro tempo o tricolor demonstrava mais disposição física que o adversário, entretanto o placar terminou o primeiro tempo no 1 a 0 para o Pelotas.

No intervalo os treinadores não alteraram as equipes. No decorrer do segundo tempo o ritmo do jogo acabou caindo. Foi aí que os treinadores começaram a promover as alterações.

Antônio Picoli promoveu as três alterações do Pelotas antes dos 30′. Saíram Jean Roberto, Hugo Sanches e Hugo Almeida, para as entradas de Gabriel, Jô e Tadeu. No Grêmio, Thiago Gomes sacou primeiro Patrick para a entrada de Guilherme Azevedo. Já aos 35′, sacou Varela para a entrada de Da Silva.

Confira todas as notícias do Grêmio

Com o time no ataque o Grêmio teve grande chance com Ferreira, que finalizou por cima da meta. Na segunda oportunidade que teve, aos 38′, não desperdiçou. Felipe alçou na área e Ferreira, sozinho, no segundo pau, completou de cabeça e igualou o placar.

Os minutos finais foram de pressão gremista na busca do gol da vitória, mas o título ficou para ser decidido nos pênaltis. Nas cobranças, Rodrigues, zagueiro gremista, desperdiçou a cobrança e o Pelotas acabou ficando com a taça.

Confira nossa cobertura do jogo
[arena_embed version=”1″ publisher=”conexao-grenal” event=”qg80″]
Thales Barreto

Thales Barreto

Sou Thales Barreto e tenho 34 anos. Me formei em jornalismo pela Famecos/ PUCRS em 2009. Atualmente faço pós graduação em Influência Digital: Conteúdo e Estratégia pela PUCRS.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

voltar ao topo