fbpx

Retrospectiva 2019: Sonho de gre-nal na Libertadores é adiado

retrospectiva-2019.png

Foto: Conexão Grenal

Depois de três temporadas fora da competição continental, o Inter se reunia com o Grêmio e retornava para a Libertadores. O colorado acabou caindo no grupo A, ao lado de River Plate, Palestino e Alianza. O Grêmio figurou no Grupo H, com Libertad, Universidad Católica e Rosário Central.

Mesmo na chave com o campeão da edição 2018, o Inter se saiu bem e conseguiu a classificação antecipada para as oitavas de final. Ao final da primeira fase o colorado ficou na liderança do grupo com 14 pontos, 4 a mais que o River Plate, segundo colocado.

O Grêmio correu sério risco de não se classificar para as oitavas de final, mas conseguiu se recuperar no returno da fase de grupos e avançou na segunda colocação, com 10 pontos. O Libertad liderou a chave com 12 pontos.

Foto: Ricardo Duarte/ Inter
Foto: Ricardo Duarte/ Inter

Nas oitavas o Grêmio teve como adversário o mesmo Libertad. A classificação veio com duas vitórias, uma por 2 a 0, na Arena, e outra por 3 a 0, fora de casa. O Inter teve como adversário o Nacional, do Uruguai. O colorado também avançou com duas vitórias. 1 a 0, no Uruguai, e 2 a 0 em Porto Alegre.

Nas quartas de final encontro com brasileiros complicou a vida da dupla. O Inter teve pela frente o Flamengo, o Grêmio enfrentou o Palmeiras. Fortalecido desde a chegada de Jorge Jesus o Flamengo conseguiu se impor diante de um Inter com deficiências. No Maracanã, vitória do clube carioca por 2 a 0. No jogo de volta o Inter até tentou, mas acabou não conseguindo superar o Flamengo e ficou no 1 a 1.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

Revivendo os clássicos de 1995, o Grêmio recebeu o Palmeiras na Arena no dia 20 de agosto. O time paulista conseguiu vencer o cotejo por 1 a 0. Na partida de volta, dia 29, o tricolor saiu perdendo, mas conseguiu virar o placar com gols de Everton e Alisson. O 2 a 1 no Pacamebu garantiu o Grêmio nas semifinais da competição.

Vale lembrar que os vencedores desses cotejos se enfrentariam na semifinal. Mesmo com a expectativa da torcida para um gre-nal na Libertadores o cotejo não aconteceu. Flamengo e Grêmio decidiram a equipe brasileira que enfrentaria Boca ou River na decisão em Santiago, depois transferida para Lima.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

Nos dias 1 e 23 de outubro Grêmio e Flamengo se enfrentaram. Na primeira partida, na Arena, empate em 1 a 1 e esperança tricolor para seguir na competição. No jogo de volta, uma tragédia. Goleada do Flamengo por 5 a 0 e a segunda eliminação seguida do Grêmio em uma semifinal de Libertadores. O clube carioca ficaria com o título após bater o River Plate por 2 a 1.

Thales Barreto

Thales Barreto

Sou Thales Barreto e tenho 34 anos. Me formei em jornalismo pela Famecos/ PUCRS em 2009. Atualmente faço pós graduação em Influência Digital: Conteúdo e Estratégia pela PUCRS.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

voltar ao topo