fbpx

Grêmio vence o Internacional e se reabilita na Libertadores

internacional-gremio-libertadores-2020-3.jpg

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

Por Wesley Dias

Com gol de Pepê, na etapa final, o Grêmio derrotou o Interacional por 1 a 0 pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. Com o resultado ambas as equipes voltam a liderar o grupo E da competição com 7 pontos.

Veja a classificação do grupo E da Libertadores

Pressionado por melhores resultados, o Grêmio foi quem teve superioridade no primeiro tempo do clássico Grenal. A equipe visitante já nos 10 minutos iniciais, apresentava maior domínio do campo de ataque. O time tricolor também pressionava bastante a saída de bola colorada, obrigando o oponente a rifar a bola na base do chutão por diversos momentos. 

As iniciativas ofensivas do Grêmio tinham principal êxito pelos lados do campo. Orejuela foi um dos atletas mais participativos, se apresentando a todo momento com a bola em posse no seu setor de ofício. Ainda pelo mesmo lado, Alisson também se destacava levando vantagem sobre o lateral colorado, Jussa. 

Mesmo diante de tantas movimentações, pouco se viu de chances efetivas nessa etapa inicial do confronto. A primeira grande chance veio aos 27’ após Saravia ceder a pressão de Pepê, e o atacante gremista prestar assistência para Alisson que aplicou um forte chute. O lance não chegou a exigir uma intervenção de Marcelo Lomba. 

A produção colorada na partida seguia nula, enquanto isso o Grêmio tinha maior posse de bola e também levava vantagem na marcação quando o time mandante buscava criar algo. Lucas Silva e Darlan efetuavam bem os seus papéis na marcação. 

A outra melhor oportunidade de gol, se viu apenas aos 42’ com Orejuela. Se aproveitando de um corte inadequado do zagueiro Zé Gabriel, o lateral direito tricolor soltou um forte arremate, mas a bola saiu. Novamente sem causar dificuldades para o goleiro adversário. 

Com a bola rolando já no segundo tempo, o que se viu inicialmente foi novamente um jogo de pouco brilhantismo. Nos primeiros minutos nota-se muitas jogadas inacabadas de ambos os lados, com erros de passe em demasia.

Confira todas as notícias da Libertadores 2020

Diferente da primeira parte do clássico onde praticamente passou em branco, o Internacional foi quem finalizou primeiro na etapa complementar. Aos 12’, Abel Hernández desarmou Matheus Henrique, deu assistência para Boschilia e o meia cruzou para Thiago Galhardo completar de cabeça, exigindo uma boa defesa de Vanderlei. 

Apesar de ter tido a primeira oportunidade clara de gol da etapa complementar, a produção ofensiva colorada ainda seguia bastante fraca. A exemplo do primeiro, o Grêmio era quem colecionava as melhores oportunidades. Aos 22’ Pepê tentou encobrir Marcelo Lomba após assistência de Diego Souza, mas a bola foi para fora, e aos 27’ Alisson teve boa chance após duelo com Musto, finalizando também para fora da meta. 

A vantagem ofensiva gremista era notória, mas ainda faltava o gol. Depois de tanto insistir, o Grêmio abriu o placar aos 28’ com Pepê. Numa trama com participação de Darlan, o atacante gremista recebeu o passe do meia e bateu no canto esquerdo defendido por Marcelo Lomba. Sem chances para o arqueiro colorado!

Depois do gol tricolor, os comandados de Eduardo Coudet acumularam duas boas chances como resposta. Primeiro com Abel Hernández acertando um belo voleio que exigiu defesa precisa de Vanderlei, aos 32’. Na sequência, Thiago Galhardo aproveita boa cobrança de falta protagonizada por D’alessandro (que entrou no lugar de Rodrigo Lindoso) e levou perigo para o gol gremista. 

Após o gol sofrido, o Inter bem que tentou. Porém não conseguiu conectar mais nenhuma jogada que possibilitasse uma reação. O tricolor apenas administrou o resultado adquirido, e levou a melhor em mais um clássico Grenal.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

voltar ao topo