Conexão Grenal

Editorial: Brasileirão do Covid-19 termina com pandemia em alta no país

Designed by jcomp / Freepik

Quando o Brasileirão começou, no dia 8 de agosto, estávamos batendo 100 mil mortos pela Covid-19. Nesta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021, quando o campeonato conhecer o seu campeão em sua última rodada, teremos superado a casa dos 250 mil mortos pelo novo coronavírus.

Leia tudo sobre o Brasileirão 2020

Com um governo que não está disposto a salvar vidas, pelo contrário, é contra a vacinação e não se move para garantir renda básica para que as pessoas tenham o que comer enquanto a pandemia durar. Um governo que promove aglomerações, mesmo diante de números cada vez maiores de contaminados e mortos. A população se vê completamente desamparada se amontoando em emergências hospitalares sem receber atendimento.

O Brasil vive uma crise sanitária. Quando trilar o apito dos árbitros e encerrar o campeonato, os torcedores de Internacional ou Flamengo comemorarão o título, infelizmente irão promover aglomerações. Em duas semanas, ao cabo da Copa do Brasil, torcedores de Grêmio ou Palmeiras farão a mesma festa, sem ligarem para os mil mortos diários que temos perdidos nas últimas semanas.

Outras postagens sobre a Pandemia de Coronavírus

Desde a retomada do futebol no Brasil o Conexão Grenal exibe, em seu perfil no twitter, um sinal de luto. É um sinal de respeito a cada um dos mortos pela pandemia que foi negligenciada por um governo genocida e omisso. Seguiremos cobrindo os campeonatos que estão agendados, mas desejamos que cada um de nossos leitores se resguardem ao máximo. Evitem aglomerações, usem máscara de proteção facial e álcool gel. Se puderem, fiquem em casa.

Foto de destaque: Designed by jcomp / Freepik

Sair da versão mobile