Foto: Ricardo Duarte/ Internacional
- Da arquibancada, Opinião

Saci Colorado, Não Seja um Cavalo Paraguaio!!!

Fui buscar numa divertida gíria do futebol uma tremenda inspiração, para traçar algumas novas linhas, e tentar sugerir estratégias para a instituição Colorada, continuar viva nesta Libertadores da América, e não agravar a situação diante dos últimos resultados dentro de campo.

Leia outras colunas Da Arquibancada

A primeira medida seria a direção, treinador e jogadores do Internacional, entenderem que a não classificação para a outra fase agravará muito o cofre do Clube, e cabeças até poderão rolar mesmo tendo um grandioso Gre-Nal no próximo domingo, para tentar reverter a vantagem do Grêmio na decisão do Gauchão 2021.

Não quero crer que uma derrota diante do Olímpia lá no Paraguai, possa trazer prejuízos para o planejamento que a direção traçou junto com o treinador Miguel, porque trocar ele por outro antes de uma decisão, não seria ótimo.

Isto já aconteceu antes de um Gre-Nal no passado, e a direção apressadamente escalou o interino Odair Hellmann, para assumir um time desequilibrado em todos os sentidos, e levou os famosos 5 a 0 do rival Grêmio. Era melhor ter mantido o Diego Aguirre, e depois trocar.

Que este erro do passado possa alertar, que o que está tenso, preocupante, poderá ficar pior, caso a atitude de todos não levem um choque de simancol, porque estão com os seus fiofós na reta.

O treinador espanhol MAR, precisa usar uma lupa para enxergar melhor, mudar o visual, vestindo o seu melhor terno e gravata para este grande confronto, que promete ser com grandes emoções, e até mesmo um velório poderá rolar no final.

Os jogadores escalados, devem acreditar que o jogo está zero a zero, e que terão mais de noventa minutos para fazer os seus Gols, não levar nenhum, e sair tri vivos de dentro do gramado do Olímpia.

A receita certa é jogar durante todo o tempo com toda a intensidade, organizados taticamente, com sangue nos olhos, muita atenção na armação e arremates contra a goleira do faceiro adversário, que virá afoito para cima do Saci Colorado, como um Arisco Cavalo Paraguaio perdido dentro do campo.

Colorados, sabemos que será um tanto difícil esta conquista da classificação. Mas como o jogo ainda não terminou, estamos vivos para ver um upgrade de muitas atitudes, desde o vestiário, para a nossa caminhada nesta LBA, seguir em frente e sem crises antecipadas. Como sou um torcedor com os pés no chão, desconfiado, realista, continuo sendo um otimista escritor do Internacional.

Escrito por Dorian Bueno

Titular da coluna Da Arquibancada.
Leia outras publicações de Dorian Bueno

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.