Foto: Ricardo Duarte/ Internacional
- Internacional, Notícias

Internacional bate a Chapecoense e se aproxima do G6

No reencontro com sua torcida, o Internacional goleou a Chapecoense por 5 a 2 e chegou aos 36 pontos no Brasileirão. No meio de semana o colorado recebe o América-MG, no Beira-Rio.

Confira a tabela do Brasileirão 2021

Não demorou nem um minuto para o Internacional abrir o marcador contra a Chapecoense na manha deste domingo, no Beira-Rio. Logo no primeiro ataque Yuri Alberto aproveitou a falha da defesa catarinense e jogou no barbante. A Chapecoense chegou a responder aos 3′ com Bruno Silva exigindo grande defesa de Daniel. Só que o colorado tinha o jogo na mão e aos 5′, contra-ataque rápido terminou com Patrick alimentando Taison que dominou e finalizou cruzado para fazer o segundo tento.

Com 11′ o técnico Pintado, da Chape, promoveu sua primeira alteração. Sacou Renê Júnior para a entrada de Anderson Leite. O jogo ficou morno até os 21′, quando Maurício arrisca com perigo e manda pela linha de fundo. Alguns minutos depois Cuesta cobra falta com veneno e obriga o goleiro João Paulo a espalmar pela linha de fundo. Após a pausa para a reidratação o colorado chegou ao terceiro gol. Taison encontrou Yuri Alberto entre os zagueiros e fez o passe, o atacante colorado dominou e finalizou de três dedos na saída do arqueiro adversário.

Cerca de 4′ depois de fazer o terceiro gol o Internacional chega novamente as redes com Yuri Alberto. Moisés cruza pela esquerda, Mancha não consegue afastar e Yuri Alberto aproveita a falha para chegar ao terceiro gol dele no cotejo. Ele ainda marcaria o quarto tento dele no jogo antes do final do primeiro tempo, mas a arbitragem contou com a ajuda do VAR para anular o tento flagrando uma falta de Cuesta na origem da jogada.

No intervalo Diego Aguirre promoveu três alterações. Sacou Saravia, Yuri Alberto e Dourado para as entradas de Heitor, Cadorini e Boschilia. Na Chapecoense saiu Denner para a entrada de Lima. O recomeço do jogo foi mais travado, mas aos 12′ Heitor cobra escanteio na medida para Cadorini subir mais que a defesa e desviar, de cabeça, para o fundo da rede. Logo após o quinto gol, Aguirre retirou Patrick para colocar Gustavo Maia no gramado.

Leia todas as notícias sobre o Internacional

A Chapecoense descontou com Mike aos 15′. Matheus Ribeiro partiu pelo meio campo, acionou Geovânio que cruzou para Mike dominar na marca do pênalti e bater no canto de Daniel. O ritmo do jogo diminuiu e os treinadores promoveram mais modificações. Pintado sacou Mancha e Geovânio aos 21′ para as entradas de Busanello e Marquinhos. Com 24′ Taison deixou o campo para a entrada de Paulo Victor. A Chapecoense voltou ao ataque aos 35′, Mike descontou mais uma vez, agora ele recebeu a pelota de Lima e bateu de primeira, sem chances para Daniel.

Logo após o segundo tento Pintado promoveu sua última alteração. Sacou Moisés Ribeiro para a entrada de Kaio Nunes. Aos 38′ Bruno Silva teve grande chance de fazer o terceiro da Chape, mas o jogador acabou tirando demais de Daniel e, mesmo com a bola indo muito perto da trave, se perdeu pela linha de fundo. Os minutos finais do jogo foram de pressão da Chapecoense em busca da honra, mas o jogo ficou mesmo nos 5 a 2.

Siga o Conexão Grenal no Instagram

Com a vitória o Internacional chegou aos 36 pontos e agora ocupa a sétima colocação, com um ponto a menos que o sexto colocado, o Corinthians. Na quarta-feira o colorado recebe o América-MG, no Beira-Rio, às 21h 30. Já a Chape segue na lanterna do Brasileirão com 12 pontos. Também na quarta-feira a equipe catarinense encara o Athletico-PR na Arena Condá.

Veja as coletivas pós jogo

Escrito por Thales Barreto

Sou Thales Barreto, 35 anos, jornalista e pós graduado em Influência digital: Conteúdo e Estratégia pela PUCRS, especialista em WordPress e em produção de conteúdo para a web.
Leia outras publicações de Thales Barreto

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.